01/05/17

Folheto “Trabalho escravo existe no Brasil – A Assistência Social pode ajudar a combater essa violação de direitos”

Folheto informativo sobre trabalho escravo contemporâneo destinado aos profissionais dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Secretarias estaduais e municipal de Assistência Social. O material traz informações fundamentais para orientar o atendimento desses profissionais aos trabalhadores resgatados do trabalho escravo contemporâneo. O objetivo é, por meio de informação especializada, fortalecer o papel desses órgãos públicos enquanto pontos de apoio aos trabalhadores resgatados.

No material, os profissionais de assistência social terão informações sobre o conceito legal de trabalho escravo (estabelecido como crime no artigo 149 do Código Penal), dados estatísticos das libertações, perfil social dos trabalhadores resgatados, principais estados de origem desses trabalhadores, instituições que recebem denúncias e os programas sociais a que os trabalhadores têm direito, por meio do Cadastro Único. O material da Organização Internacional do Trabalho foi produzido pela Repórter Brasil.

Baixar

Fonte: Escravo Nem Pensar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *